VENCEDORES!

Pessoal,

Acabou o suspense! Após uma criteriosa avaliação confira abaixo os vencedores do Prêmio T.U:

1º lugar: ALINE PIVA VALCAREGGI, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Professor orientador: José Carlos Fioriolli.

Prêmio: bolsa de estudos em uma instituição escolhida pela vencedora, no valor máximo de R$ 10.000,00 (Dez mil reais).

Título do trabalho: “Maximização do customer equity através da alocação ótima da verba de marketing de uma empresa varejista”.


2º lugar: KÁTIA RIBEIRO BURIOL, da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Professora orientadora: Marise Ugalde.

Prêmio: Notebook no valor de R$3.000 (Três mil reais)

Título do trabalho: “Estratégia de Marcas Próprias no Varejo de Calçados”.

 

3º lugar: LUCIA SIMONE GRIVOT, Instituto Brasileiro de Gestão de Negócios  (IBGEN).

Professor orientador: Márcio de Souza Pires.

Prêmio: Smartphone no valor de R$1.500 (Mil e quinhentos reais)

Título do trabalho: “Empresárias de sucesso na gestão do varejo”

Os três premiados ganham também um certificado do Prêmio Talento Universitário. Para os professores orientadores dos três primeiros lugares, o premio será um netbook, no valor de R$1.000,00, e um certificado de participação no Prêmio Talento Universitário.

A Instituição de Ensino Superior do autor premiado também será agraciada com um diploma de reconhecimento como Instituição Promotora do Desenvolvimento do Varejo.

Não foi um dos três primeiros?  Não fique triste, os DEZ finalistas terão seus trabalhos divulgados em uma publicação exclusiva e na biblioteca virtual da CDL Porto Alegre.

Desde já agradecemos a participação de todos, bem como o apoio das universidades!

Dez finalistas

Chegou a hora!!!!

Para quem se inscreveu no Prêmio Talento Universitário 2010 e está nervoso para ver o seu desempenho…. uma boa notícia!!!!

Já foram selecionados os 10 finalistas. Veja abaixo se você está nesse grupo. Se não foi dessa vez, não desanime! Aguarde a edição 2011 e se inscreva novamente!

Aluno: Aline Piva Valcareggi                    
Trabalho: Maximização do customer equity através da alocação ótima da verba de marketing de uma empresa varejista

Aluno: Kátia Ribeiro Buriol                       
Trabalho: Estratégia de Marcas Próprias no Varejo de Calçados

Aluno:Eva Dolores Machado Soares      
Trabalho: Estudo sobre cliente de compra única em Lojas Renner/SA

Aluno: Laura Bastos Meirelles                 
Trabalho: A Influência da Sonorização Ambiental no Processo Decisório de Compra de Vestuário por Mulheres da Classe A de Porto Alegre

Aluno: Vinícius Grassi                                
Trabalho: Estratégias de localização de uma rede de supermercados: o geomarketing aplicado à companhia Zaffari em Porto Alegre – RS

Aluno:Lucia Simone Grivot                      
Trabalho: Empresárias de sucesso na gestão do varejo

Aluno: Tatiana Silva de Oliveira               
Trabalho: Análise da percepção de valor dos arquitetos na escolha de uma loja revendedora de tintas

Aluno: Jeniffer Chaves Alvarez               
Trabalho: Etapas e estratégias para planos de gestão de MPE’s do setor varejista

Aluno: Lívia Dora da Fonseca                  
Trabalho: Análise da Imagem de Loja e sua Influência na Satisfação e na Lealdade dos Clientes – um Estudo de Caso Realizado no Varejo Calçadista

Aluno: Giana Carli Lorenzini                    
Trabalho: Experiências de Comunicação: a telefonia móvel no mercado varejista brasileiro

O próximo passo é a segunda reunião da comissão julgadora. Nesse encontro serão definidos os três primeiros colocados. A previsão é que todo o processo aconteça ainda em dezembro!

Boa sorte!!!

Mais uma etapa vencida para o Prêmio 2010

Se você é um dos concorrentes do Prêmio TU 2010 pode começar a ficar nervoso!!!

A primeira avaliação dos jurados já terminou!!!

Isso significa que dos 18 inscritos, passamos para 10 finalistas – de altíssima qualidade.

Como vocês já sabem, a comissão julgadora não tem acesso às informações dos candidatos: nem nome, nem universidade… tudo para manter o sigilo e a confidencialidade das avaliações.

Fique atento e torça:: ainda falta a segunda avaliação da comissão julgadora!!!

Comissão Julgadora recebe artigos

Mais uma etapa concluída no Prêmio Talento Universitário 2010!

Todos os artigos já foram codificados para garantir o anonimato dos estudantes e encaminhados para os membros da comissão julgadora.

O grupo formado por representantes da área academica e por empresários, vai avaliar três quesitos: Relevância, Impacto no Varejo e Possibilidade de Implementação.

Então, se você está concorrendo, vale a pena torcer os dedos!!!

Boa sorte a todos

Inscrições ENCERRADAS!!!!

É isso aí, pessoal! O Prêmio Talento Universitário 2010 já fechou as inscrições: quem encaminhou o artigo, tá valendo, mas quem se perdeu nos prazos, só ano que vem!!!

Foram mais de 20 trabalhos inscritos de universidades de todo o Estado.

A próxima etapa agora é formar a comissão julgadora – composta por representantes academicos e do varejo – e analisar um por um dos artigos.

Desta fase, sairão os 10 finalistas, que já entram na próxima revista científica e tem seus artigos disponibilizados na nossa biblioteca virtual.

A divulgação dos vencedores e a entrega da bolsa de estudos está prevista para acontecer em dezembro.

Se você é um dos concorrentes, fique ligao aqui no Blog, todas as novidades serão divulgadas por aqui.

Boa sorte a todos!!!

Não perca tempo: última semana de inscrições para o Prêmio Talento Universitário

As inscrições para o Prêmio Talento Universitário 2010 entram na última semana. Até o dia 1 de novembro, estudantes de todo o Estado podem encaminhar seus artigos e concorrer a uma bolsa de estudos no valor de dez mil reais. Organizado pela CDL Porto Alegre, o reconhecimento está na segunda edição e visa fomentar novas ideias para o varejo.

Podem participar estudantes de graduação – bacharel ou tecnólogo – e/ou recém formados em Instituições de Ensino Superior localizadas no Rio Grande do Sul, sem distinção de curso, que tenham produzido artigos científicos, com base no trabalho de conclusão de curso, voltados para o desenvolvimento do setor varejista nos anos de 2008, 2009 e 2010/1.

As inscrições podem ser feitas no site da CDL – http://www.cdlpoa.com.br

Unisinos abre campus na Capital

Com um investimento inicial de R$ 60 milhões, duas das mais tradicionais instituições de ensino privado do Rio Grande do Sul preparam-se para concretizar um sonho: dar a Porto Alegre, a partir de março de 2011, um novo campus universitário. Fruto de uma parceria entre o Colégio Anchieta, na Capital, e a Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos), com sede em São Leopoldo, o empreendimento funcionará junto à escola, oferecerá inicialmente nove cursos de graduação e acolherá 12 mil alunos até 2020.

A união de forças, segundo o pró-reitor de Administração da Unisinos, João Zani, resulta de um projeto de expansão da Rede Jesuíta, mantida pela Associação Antônio Vieira em cinco Estados. Desde 2006, o Colégio Anchieta abriga a Escola de Design da Unisinos, e as instituições aguardavam autorização do Ministério da Educação (MEC) para ampliar a parceria. Em fevereiro, com o aval do MEC, a proposta ganhou força.

– Decidimos dar esse passo por acreditar que podemos ofertar um ensino de qualidade em Porto Alegre – afirma Zani.

Alunos da escola poderão usufruir da estrutura

Para garantir que a novidade saia do papel, a intenção é abrir vagas no vestibular já em novembro. Pelo menos nove cursos estão aprovados e podem começar a funcionar no novo campus em 2011 – a novidade não altera a oferta de cursos na unidade de São Leopoldo. Na escolha de cada um deles, pesaram tendências de mercado:

– São opções diferenciadas, inclusive para quem busca um ensino mais profissionalizante – diz a gerente do projeto de expansão, Carolina Santos.

Inicialmente, os selecionados terão aulas no prédio da Escola de Design, que passará por reformas. Mas as novidades não terminam aí. Está prevista a construção de um espaço no lugar do atual prédio da Educação Infantil. O edifício será ocupado pelos universitários. Os alunos do Anchieta, segundo o diretor Administrativo do colégio, Rogério Anele, poderão usufruir de toda a estrutura, onde haverá auditório e biblioteca. Além disso, as crianças contarão com um novo prédio e com outras duas importantes novidades em projeto: maternal e turno integral.

– Todos têm a ganhar – diz Anele

Indústria de offshore procura engenheiros de operações

Na onda do otimismo em torno da exploração do petróleo do pré-sal, os engenheiros de operações ganham destaque na indústria de offshore.

Não é para menos. De acordo com Fábio d´Ave, especialista em recrutamento da Robert Half, esses profissionais são os responsáveis por cada detalhe da operação nas unidades de cada empresa.

“É ele quem vai garantir que os equipamentos, as pessoas e o suprimento estejam em dia para que a unidade não pare”, explica. Neste ponto, a experiência em campo e nível de inglês fluente é fundamental

“O engenheiro de operações sabe muito da técnica, mas também tem um perfil de administrador”, diz.

Estima-se que é possível estrear no setor com um salário de 9 mil reais. Para os gerentes de operações, a remuneração sobe para cerca de 16,5 mil reais.

A vida começa depois da faculdade!!

Você já pensou no que fazer depois de terminar a faculdade?

Isso mesmo!!

Não pense que o mercado de trabalho atual aceita profissionais apenas com o curso superior completo. Para alavancar a carreira, é preciso mais. É fundamental apostar em um curso de qualificação ou de aprofundamento na sua profissão.

Aproveite que o Prêmio Talento Universitário te dá essa força: uma bola de R$ 10 mil para ser gasta em uma pós-gradução.

Ainda não está convencido? Então dá uma olhada no artigo abaixo!!!

A importância da especialização

Em meio à competitividade do mercado de trabalho, destaca-se quem tem experiência profissional e qualificação. Utilizando-se dessa realidade, a indústria da especialização cria, dia após dia, cursos que nem sempre estão de acordo com o padrão exigido pelo MEC.

Em meio à competitividade do mercado de trabalho, destaca-se quem tem experiência profissional e qualificação. Utilizando-se dessa realidade, a indústria da especialização cria, dia após dia, cursos que nem sempre estão de acordo com o padrão exigido pelo MEC. Principalmente quando o assunto é MBA.

Aumentar o salário, atualizar-se, mudar de profissão, fazer contatos. Várias razões podem levar alguém a cursar uma pós-graduação. Quando se colocam as mãos no diploma, contudo, o cumprimento dessas metas depende de ter traçado um plano claro e de ter escolhido o curso apropriado.

Em meio à intensa propagação de programas de pós e MBA (Master in Business Administration, especialização em administração), o planejamento de carreira ganha importância. Inchado, o mercado sinaliza para uma espécie de auto-regulamentação. Acabou o tempo em que o título era sinônimo de promoção automática. Mesmo não sendo um diferencial absoluto, a pós ainda traz mais vantagens que o MBA.

Nesses cursos, não é exigido o término, nem sequer do segundo grau, mas que tem como principais alvos, os executivos que visam ampliar seus conhecimentos em técnicas de administração, que não disponibilizam de tempo para estudar fora ou mesmo, fazer o mestrado, que tem duração média de 4 anos. As principais áreas de MBA são Marketing, Varejo, Executivo e Finanças.

O Master in Business Administration, como o próprio nome diz e de acordo com as normas de regulamentação, deve ser uma escola de gestão empresarial voltada para o aluno que tem experiência profissional suficiente para viver em sala de aula as temáticas referentes ao trabalho do executivo. O mestrado profissional enquadra-se praticamente no mesmo segmento em que alguns cursos de especialização ou então os conhecidos MBAs buscam oferecer a profissionais já atuantes um aprofundamento na sua formação. No entanto, há diferenças importantes entre uns e outros que não podem ser ignoradas.

Os cursos de especialização ou MBAs são classificados como pós-graduação lato sensu, isto é, não garantem ao estudante ao se formar um título ou diploma, mas, sim, apenas um certificado de conclusão. Já o mestrado profissional é um curso stricto sensu, isto é, garante ao formado o título de mestre e um diploma de conclusão reconhecido legalmente.

Como a legislação brasileira exige que as instituições de ensino superior tenham em seu corpo docente mais de metade dos professores com grau mestre ou doutor, as instituições têm exigido ao menos o título de mestre de seus professores.

Porém na parte prática da formação do aluno, os dois tipos de cursos são equivalentes: O conteúdo dos MBAs como conhecemos no Brasil não é tão diferente do mestrado profissional. Porém a legislação brasileira não prevê que cursos de MBA realizados por instituições que não sejam universidades, etc., possam ser qualificados como mestrados. Os mestrados profissionais na área de Administração são os verdadeiros MBAs na acepção americana do termo. Na acepção brasileira, os MBAs não passam de cursos de especialização, não dão diploma, dão certificado. Por outro lado, o MBA pode enfocar alguns segmentos que o mestrado profissional não permitiria por conta da legislação.

Segunda edição do Prêmio!!!

Olá pessoal!

Já estão abertas as inscrições para a segunda edição do Prêmio Talento Universitário!

Até o dia 1º de novembro, é possível enviar o seu trabalho e participar desse importante destaque. O reconhecimento, destinado para estudantes de graduação de todo o Estado para fomentar novas ideias para o varejo, traz novidades importantes para este ano.

A primeira delas é que agora serão avaliados artigos científicos produzidos a partir de Trabalhos de Conclusão de Curso. Ou seja, diferentemente da primeira edição, em 2010 serão aceitos apenas artigos até 20 páginas com no máximo de 3M. A alteração faz parte de uma série de melhorias sugeridas pelos próprios estudantes e que vão ao encontro dos requisitos solicitados por premiações nacionais.

Outro destaque desta edição é o valor de premiação: uma bolsa de estudos no valor de R$10 mil, que poderá ser usado em qualquer instituição de ensino escolhida pelo vencedor do Prêmio até um ano após a entrega do reconhecimento.

Podem participar estudantes de graduação – bacharel ou tecnólogo – e/ou recém formados em Instituições de Ensino Superior localizadas no Rio Grande do Sul, sem distinção de curso, que tenham produzido artigos científicos, com base no trabalho de conclusão de curso, voltados para o desenvolvimento do setor varejista nos anos de 2008, 2009 e 2010/1.

Então, não fique de fora dessa!!!